Jornal Castelense - Escrevendo uma nova história de Monte Castelo - SC e região
Encontrado o corpo de Eloir de Paula conhecido por Lilo, na localidade de Lajeado Liso
Patrocinadores

Encontrado o corpo de Eloir de Paula conhecido por Lilo, na localidade de Lajeado Liso


Encontrado o corpo de Eloir de Paula conhecido por Lilo, 33 anos, que se encontrava desaparecido desde o dia 26 de fevereiro.

Lilo foi encontrado por populares na tarde deste sábado (17/03) por volta das 13hs, eles faziam buscas desde o momento de seu desaparecimento, ele estava envolto em uma lona preta e a menos de 500 metros da estrada principal na localidade de lajeado liso, município de Major Vieira próximo a serraria.

Imediatamente a Polícia Militar foi acionada, simultaneamente a nossa equipe de reportagem foi avisada e chegou junto com a PM de Major Vieira.

Lilo morava em monte castelo, no bairro rio das antas e estava a trabalho na localidade em que foi encontrado.

O corpo foi reconhecido por seus familiares que estavam no local pelas roupas e o cinto que usava. não se conseguiu ver marcas ou a possível causa da morte pois estava em avançado estado de decomposição.

Suspeito

Segundo informações ele foi visto pela última vez na companhia de Celestino Kichileski conhecido por Lelo ele mora próximo em frente a serraria a poucos metros de onde o corpo foi encontrado.

Após o desaparecimento Celestino foi visto com a moto de Milo, o qual alega ter comprado por R$ 600,00, estava de posse também de um celular e um rádio da vítima.

A família procurou a polícia de Major Vieira para prestar queixa do seu desaparecimento.

testemunhas dizem que Celestino teria matado Lilo e supostamente escondido o corpo no mato.

Histórico

Celestino tem um histórico de violência, já foi preso por assassinato e constantemente ameaça vizinhos e parentes, a menos de uma semana ele foi preso por ameaçar os seus pais idosos, ficou algumas horas detido e foi liberado pelo juizado de canoinhas.

O IGP esteve no local para fazer a remoção do corpo, o qual foi levado ao IML de canoinhas para perícia. A polícia civil de canoinhas irá investigar o caso.

Fotos e reportagem: Adilson Siqueira

Comente esta notícia