Jornal Castelense - Escrevendo uma nova história de Monte Castelo - SC e região
Prêmio Santa Catarina pela Educação, 1º lugar Duffatto de Monte Castelo SC
Patrocinadores

Prêmio Santa Catarina pela Educação, 1º lugar Duffatto de Monte Castelo SC


A empresa DUFFATTO Viveiros Florestais, de Maicon Diego Duffeck, ficou com a primeira colocação do premio: Santa Catarina pela Educação, na categoria de microempresas.

Participaram, 31 empresas do qual 8 eram microempresas e a Duffatto foi a que ganhou a maior pontuação (95 Pontos).

O resultado saiu esta semana e a pontuação surpreendeu até mesmo o empresário Maicon, que não esperava tão alta, mais que não escondeu a sua alegria e satisfação pelo resultado alcançado.

“Na próxima etapa, que deve acontecer em 2018, vou com sangue nos olhos e com mais garra ainda, para manter essa premiação em Monte Castelo e região do Planalto Norte” disse.

A Duffato é uma empresa de mudas Florestais nativas e exóticas, localizada no interior de Monte Castelo, na localidade do Bom Retiro e tem clientes espalhados por todo o Brasil.

 

OS PONTOS FORTES – NA AVALIÇÃO DO PRÊMIO

A Duffatto Viveiro Florestal desenvolve cursos para o desenvolvimento profissional de 100% dos seus colaboradores e promove, conjuntamente, ações educativas com a comunidade.

A prática foi implantada em 2005 e além dos trabalhadores, já atendeu mais de 20 instituições de ensino e mais de 1,5 mil estudantes.

São considerados pontos fortes da prática: 100 % dos colaboradores estudando. Oportunidade de crescimento profissional dentro da própria empresa.

Infraestrutura adequada com área de campo para aulas práticas. Motivação dos colaboradores em estudar devido ao incentivo dado pela empresa, mesmo com um raio de 80 km de distância das instituições de ensino.

 

O QUE É E QUANDO FOI CRIADO O PRÊMIO, SANTA CATARINA PELA EDUCAÇÃO

O Movimento Santa Catarina pela Educação, liderado pela FIESC, visa mobilizar, articular e influenciar os setores econômicos e o poder público para melhorar a educação quanto à escolaridade, qualificação profissional e qualidade do ensino, visando contribuir para Santa Catarina se manter na rota da inovação e do desenvolvimento social e econômico por meio da Educação. Neste contexto, a educação básica, continuada, profissional e as práticas de estágio de qualidade assumem papel fundamental para a sustentabilidade das empresas.

Criado em 2012, pela FIESC, com o nome A Indústria pela Educação, chegou a 2.212 signatários em três anos de existência. Destes signatários, mais de duas mil adesões são de indústrias, que empregam 345 mil trabalhadores – ou 38% dos empregos do setor. Diante da resposta positiva tanto da Indústria quanto dos principais atores envolvidos, direta ou indiretamente, com a Educação, este Movimento passou a ser denominado, a partir de março de 2016, Movimento Santa Catarina pela Educação. A mudança de nome reflete a maior abrangência do Movimento, com a adesão do comércio, agricultura e transportes representados por suas federações (FECOMÉRCIO, FETRANCESC e FAESC) e respectivas entidades (SESC, SENAC, SEST, SENAT e SENAR), além do envolvimento dos trabalhadores e do poder público. “Glauco José Côrte” Presidente da FIESC.

Comente esta notícia