Jornal Castelense - Escrevendo uma nova história de Monte Castelo - SC e região
Policiais Militares de Itapoá, atendem ocorrência com recém nascido engasgado e reanimam a criança
Patrocinadores

Policiais Militares de Itapoá, atendem ocorrência com recém nascido engasgado e reanimam a criança


Policiais Militares de Itapoá, atendem ocorrência com recém nascido engasgado e reanimam a criança.

 

Itapoá – SC

Na tarde desta Sexta feira (13/10), policiais militares de Itapoá , realizaram atendimento a uma ocorrência atípica.

Por volta das 18h00 de um dia movimentado com
Inúmeras ocorrências policiais , por decorrência do feriado, com a cidade cheia de turistas e visitantes, a central 190 da PM recebeu uma ligação ao qual foi atendida pelo Sargento Cleverson, no outro lado da linha uma senhora desesperada, que relatou aos prantos que seu filho recém nascido não estava respirando.

De imediato o Sargento Cleberson iniciou as orientações, chamando ao rádio a única viatura policial que estava de serviço na cidade, composta pelos Soldados Bruno e Faxo.

Cleverson então pediu aos Soldados que deslocassem urgentemente ao local da ocorrência, pois teria um anjo necessitando de apoio policial no local.

A viatura estava um pouco distante porém cortou voando o centro de Itapoá, chegando rapidamente a residência, no local se depararam com o pai do pequeno Pedro no colo.

Pedrinho se encontrava todo cianótico, (roxinho) enquanto sua mãe pegava as instruções dos primeiros socorros com o Sargento Cleverson ao telefone, neste momento os Anjos Bruno e Faxo entraram em ação, colocando tudo o que aprenderam em sua formação policial militar.

Os Militares então iniciaram os primeiros socorros, fazendo respiração o boca a boca no pequeno Pedro, que se encontrava engasgado com leite materno.

Após alguns instantes o bebe voltou a chorar, com um grito agudo que emocionou a todos, sendo conduzido para avaliação médica no pronto atendimento do município de Itapoá.

Após o atendimento a nostalgia entre os policiais foi contagiante, Sargento Cleverson com 21 anos de serviço, disse que a algum tempo não se emocionava ao atender a comunidade, e que foi uma das ocorrências mais marcantes da sua vida.

Dever cumprido!

Desta forma encerrou-se o turno de serviço que iniciou as 07h da manhã, sendo coroado com um lindo e hesitoso atendimento, demonstrando o profissionalismo dos policiais envolvidos.

Polícia Militar Por pessoas de bem, para o bem das pessoas.

Comente esta notícia