Jornal Castelense - Escrevendo uma nova história de Monte Castelo - SC e região
Prefeito recua e se reúne com o sindicato dos servidores públicos municipais
Patrocinadores

Prefeito recua e se reúne com o sindicato dos servidores públicos municipais


Prefeito recua e se reúne com o sindicato dos servidores públicos municipais.

Reunião

Em reunião feita nesta sexta-feira (05/07) na sede da prefeitura municipal de Monte Castelo, o Prefeito Jean Carlo Medeiros de Souza recebeu os representantes do sindicato dos servidores públicos de Monte Castelo.

Na reunião ficou acordado que até o dia 15 de julho, ele irá anunciar o percentual de aumento a todas as categorias do serviço público municipal e ainda irá enviar um projeto de lei a câmara para fixar a data base do funcionalismo público municipal.

áudios dos representantes do sindicato

Reviravolta

Áudio de entrevista (29/06)

Em menos de uma semana muita coisa mudou, na quinta-feira (27/07) o sindicato decidiu em assembleia entrar em greve. No sábado (29/07) o prefeito foi a uma radio falar sobre a possível paralização, na ocasião acusou o sindicato de estar fazendo politicagem e que não sentaria para negociar com o mesmo, que faria as negociações diretamente com cada categoria em separado, disse inclusive que já havia acertado aumento salarial com algumas categorias.

 

Recordar é viver!

Audio de campanha

Durante a semana um áudio que circulou pelas redes sociais de promessas de campanha onde o prefeito se comprometia em sentar com o sindicato e conceder a reposição, assim como estabelecer a data base. O que de fato foi contraditório com o discurso dado na rádio no último sábado.

Ofício

Na quarta-feira, véspera a paralização, o prefeito através do secretário, João Rafael Fianco, enviou oficio marcando a reunião para sexta-feira, o que acalmou o ímpeto dos grevistas.

Sobre a greve?

A greve ainda não está descartada e pode ocorrer caso o prefeito não cumpra com o acordo ou que os servidores não aceitem as condições apresentadas por ele na reunião, o prazo é de 10 dias. Após essa data o sindicato deverá fazer outra assembléia para decidir se aceitam ou não a proposta.

One Comment

Comente esta notícia